Páginas

22 de mai de 2010

Meu querido mal humor

É... eu sumi um tempo, ou talvez nem tanto assim. Mas senti muita falta do blog, acho que preciso mais dele do que ele de mim. Isso é deprimente!
Não, deprimente mesmo é ter acordado com vontade de que todas as pessoas do mundo desaparecessem, é como se elas roubassem o meu oxigênio. Por pouco não enlouqueci.Senti vontade de me trancar no meu quarto, de mandar todo mundo calar a boca, de quebrar qualquer aparelho de som que violasse o silencio. Sabe qual é o nome disso? Mal humor!! A maldita doença que afeta a todos, sem exceção. Mesmo que na maioria das vezes você acorde de bem com a vida, sorrindo para todo mundo, algum dia você vai ter vontade de matar alguém, só por que a voz dessa pessoa te irrita. E a coisa fica pior quando você se depara com alguém bem humorado. Quando dizem "Bom Dia!" com aquele sorriso enorme a vontade é de mandar para a p... Mas não recomendo que faça isso, pois estar mal humorado não te dá o direito de ser grosso.
E por falar em direito, acredito que toda mulher tenha o direito sacro-santo de, pelo menos quatro dias ao mês, não ser incomodada com perguntas idiotas, comentários sobre seu peso ou suas roupas, ou pessoas sem noção que ligam o som nas músicas mais ridículas, que já te dão dor de cabeça sem você estar de mal humor.
Bom é isso
Até a próxima!
Ps.: Recomendo que assistam o filme "Um namorado para minha esposa"

2 comentários:

Alessandra Almeida disse...

É, tem dias que olhar ao redor dá um nojo não é? Tenho raiva disso tbm!

Beijos, Alessandra.

Bia disse...

uii
tpm e um saco
falo tudo ai
bjo