Páginas

2 de mai de 2010

Vamos falar de solidão?

Que tal falar de como eu fiquei, quando você se foi?
O silêncio não deixou as coisas mais calmas, apenas mais aterrorizantes, é doloroso não ouvir sua voz. Toda a beleza da vida se foi, meus dias são sombrios, minhas noites são intermináveis.
A nossa casa está tão vazia, nossa cama está tão grande. Subo e desço as escadas incontáveis vezes, procurando por você, tentando me conter, tentando não chorar. Tentativas em vão. Todas as lágrimas que contenho durante o dia tomam força durante a noite, e não me deixam dormir. Há apenas um enorme espaço vazio em meu peito. Você se foi e levou meu coração consigo. Você me destruiu.
E não adianta mais pedir desculpas, não adianta dizer que foi melhor assim, que você não queria me magoar. Eu já sei. Te conheço muito bem pra saber que você jamais pensaria em me machucar, te conheço bem o bastante para entender suas razões, e até concordar com elas. Nossos corações ainda batem juntos, mas o seu não bate mais por mim. Caminhos opostos se encontraram durante um curto período e neste tempo fomos felizes, mas a hora da separação chegou logo. Do mesmo modo que você chegou em minha vida, você se foi. Rápido, intenso, marcante. E eu não te culpo por isso. assim como eu, você não é capaz de controlar seus sentimentos, e fez o possível para me fazer feliz. Se importou e ainda se importa comigo e eu admiro o modo como você conversou comigo, como me explicou o que sentia e como foi sincero.
Mas você acha que isso diminui a dor? Entender você só me faz sofrer ainda mais. Eu gostaria de ter um motivo para te odiar. Gostaria de reunir minhas melhores amigas aqui em casa, para falarmos mal de você. Mas como fazer isso se não me lembro de nenhum defeito seu?Se até na hora de despedida você me fez te amar ainda mais?
Eu odeio amar você e vou sentir esse ódio pelo resto de minha vida, mesmo assim desejo que seja feliz, ao lado dela, ou de qualquer outra que você venha a amar!

2 comentários:

Luiza disse...

nossa, esse texto saiu bem como eu ando pensando em escrever :P
e ficou muito bom, sério... o que se parece MUITO comigo, embora todo o texto seja "para mim" são essas partes:
"Que tal falar de como eu fiquei, quando você se foi?
O silêncio não deixou as coisas mais calmas, apenas mais aterrorizantes, é doloroso não ouvir sua voz. Toda a beleza da vida se foi, meus dias são sombrios, minhas noites são intermináveis."
"Nossos corações ainda batem juntos, mas o seu não bate mais por mim." adoreiiii essa parte *-*
"Entender você só me faz sofrer ainda mais. Eu gostaria de ter um motivo para te odiar. Gostaria de reunir minhas melhores amigas aqui em casa, para falarmos mal de você. Mas como fazer isso se não me lembro de nenhum defeito seu?Se até na hora de despedida você me fez te amar ainda mais?"
me identifiquei toda com o texto, parabéns. Beijos!

Tati disse...

Brigadah Luiza é muito bom saber que você gostou
Eu também estou seguindo e amando o seu blog!